Ínicio > Gatos > Saude-felina > Sarna de gato é transmissível?

Sarna de gato é transmissível?

Sarna de gato é transmissível?

A sarna de gato é uma doença comum causada por ectoparasitas e, além de infectar vários animais, é transmissível e pode acometer também os humanos. Vamos saber mais sobre esse incômodo e conhecer o melhor tratamento além dos seus principais sintomas.

Como a sarna é transmitida?

A transmissão da sarna acontece através de ácaros ou contato com outros animais infectados. Por ser altamente contagiosa, essa doença de pele em gatos é transmitida até por objetos ou panos em que o animal se encosta ou utiliza, podendo infectar até os tutores. A sarna de gato em humanos é extremamente incômoda e causa muita coceira; por isso, assim que perceber que o seu gatinho está se coçando muito em algum local do corpo, leve-o ao veterinário para que ele possa ser examinado corretamente, chegando a um diagnóstico específico.

Sarna otodécica: o que é?

A sarna otodécica, mais conhecida como sarna de ouvido em gatos, é também muito contagiosa, mas essa não afeta os humanos. Ela é causada por um ácaro infectado que fica concentrado na parte interna da orelha do felino. É possível observar a queda de pelos na região afetada, além de alguns pontinhos visíveis no local. Porém, alguns tutores confundem a sarna no ouvido de gato com uma possível otite (inflamação no ouvido) e muitas vezes medicam o animal com remédios errados e por conta própria, fazendo com a doença se torne cada vez mais aguda. Se o problema se alastrar pelo corpo todo do animal, pode causar doenças secundárias e mais perigosas. Procure sempre um médico-veterinário para tratar do caso.

Tipos de sarna em gatos

Além da sarna otodécica, existem outros tipos de sarna felina. Vamos falar sobre alguns:

  • Sarna Sarcóptica — conhecida também como escabiose felina ou sarna vermelha, essa doença é popularmente vista em animais de rua. Ela causa vermelhidão, crostas e machucados na pele do animal, além da perda de pelo nos locais afetados.
  • Sarna Notoédrica — esse tipo de sarna já é menos comum em gatos domésticos, mas é importante estar sempre de olho se o seu felino possui contato com outros gatos, especialmente onde há aglomeração de animais. Ela é contagiosa, contrai em humanos e ataca principalmente regiões como cabeça, orelhas e patas. Causa escoriações e crostas na pele que sangram conforme o animal se coça.
  • Sarna Demodécica — a sarna demodécica atinge a área da cabeça do gato e a coceira é mais concentrada em locais próximos à orelha. É comum em gatos com imunidade baixa e não é contagiosa. Porém, há uma exceção: quando causada pelo ácaro D. gatoi, essa doença se torna transmissível e causa extrema coceira no corpo todo. Esse ácaro se esconde na pele do animal e mesmo através de exames laboratoriais fica difícil identificá-lo.

Independentemente do tipo de sarna, é essencial que um profissional acompanhe o diagnóstico. 

Tratamento para sarna em gatos

O tratamento para sarna em gatos é simples e normalmente bem rápido e eficaz. Porém, deve ser prescrito sempre pelo profissional veterinário. Apenas através de uma consulta e exames detalhados poderá ser possível escolher o melhor tratamento ao animal e indicar como curar sarna de gato.

A alimentação do felino também é um fator importante para evitar essa e outras doenças autoimunes. A Max Cat possui uma linha de rações e patês que são completos e balanceados, garantindo refeições nutritivas e muito saborosas.

Um exemplo de sabor aliado à nutrição é a Max Cat Professional Line Adulto Frango & Arroz

Sem adição de corantes, essa ração traz para você ingredientes selecionados por especialistas para proporcionar uma alimentação rica e balanceada para o seu gatinho. Rica em proteína e vitaminas A, B12, C e D, ela auxilia diretamente no trato urinário e na visão e coração do seu companheiro. Seu filho vai adorar!

Conheça a nossa linha completa de rações em nosso site.

Escreva um Comentário

Avalie o post: *

Artigos Relacionados