Ínicio > Gatos > Saude-felina > Castração de gato: como é feita e cuidados pós-operatórios

Castração de gato: como é feita e cuidados pós-operatórios

Castração de gato: como é feita e cuidados pós-operatórios

A castração de gatos é uma cirurgia rápida, simples e muito comum. Oferece diversos benefícios para a saúde felina e proporciona longevidade. Ao contrário do que muitos tutores pensam, o procedimento não machuca os pets. Neste artigo, você confere todas as etapas da castração e os cuidados do pós-operatório. 

Como é feita a castração de gato?

Primeiramente, é importante conversar com um veterinário de sua confiança para tirar todas as dúvidas em relação ao procedimento. É necessário que o animal fique em jejum por 12 horas antes da cirurgia, isso vale para o macho e para a fêmea. 

A castração de gato é feita sob anestesia geral e o animal é monitorado por meio de aparelhos, o que evita possíveis complicações e possibilita a observação dos sinais vitais do paciente. Após o felino ser anestesiado, monitorado e ter parte dos pelos raspados na região que será operada, o profissional faz uma pequena incisão para retirar útero e ovários ou testículos. Posteriormente, o local é fechado e o procedimento encerrado.

Essa cirurgia costuma durar em torno de 10 minutos, mas nas fêmeas pode acabar levando um pouco mais de tempo, pois é mais detalhada se comparada a dos machos, entretanto não deixa de ser um procedimento simples e rotineiro para os cirurgiões. Se não houver nenhum tipo de complicação, o pet é liberado no mesmo dia. Mas se houver necessidade, o veterinário poderá indicar uma internação.  

Benefícios da castração do gato

Castrar um gato é oferecer diversos benefícios para ele, por exemplo:

  • Aumenta a expectativa de vida do animal.
  • Evita o câncer de mama (principalmente se a castração for feita antes do primeiro cio). 
  • As fêmeas não entram mais no cio de gato.
  • Reduz o comportamento agressivo, tornando o bichano mais tranquilo.
  • O macho sente menos necessidade de marcar território.
  • Melhora a qualidade de vida e evita diversas doenças. 

Castração felina: cuidados pós-operatórios

É normal que o felino demonstre um comportamento um tanto quanto estranho após a castração, pois, na maioria dos casos, você o levará para casa ainda sob efeito da anestesia. Portanto é natural vê-lo cambalear ou recusar alimentos, inclusive, é importante não forçar a alimentação ou hidratação nesse primeiro momento. 

1- Proporcione um local confortável e tranquilo: os primeiros momentos após uma cirurgia são sempre delicados e desconfortáveis, por isso planeje um cantinho bem tranquilo para que seu gato possa descansar e se recuperar, de preferência sem móveis e escurinho. Ah! Não se esqueça de separar um cobertor para aquecê-lo, OK? Uma das reações da anestesia é sentir muito frio.

2- Mantenha o gato seguro: a cicatrização completa leva em torno de 15 dias, mas pode variar de organismo para organismo. Não é indicado permitir que eles façam atividades físicas nesse meio tempo, como pular, correr etc. Ou seja, nada de liberar saídas para a rua, hein? Mantenha seu gato seguro dentro de casa.

3- Dê os remédios na hora certa: após a cirurgia, é fundamental dar antibióticos e anti-inflamatórios no horário indicado pelo veterinário, caso contrário, não farão o efeito necessário e não irão protegê-lo de possíveis infecções. Atente-se aos horários!

4- Examine a incisão: é importante pedir orientações para o veterinário sobre como trocar o curativo de forma correta e quantas vezes isso deve ser feito durante a recuperação. Examine a incisão e se notar acúmulo de secreções ou vermelhidão excessiva, consulte um profissional. 

Após essas dicas, não há o que temer! A castração felina é um ato de amor e só traz benefícios. 

Alimentação para gatos castrados

Por que a alimentação muda após a castração felina? O que acontece é que as necessidades energéticas diminuem, visto que o animal se exercita com uma frequência menor e o risco da formação de cálculos renais aumenta, portanto é essencial investir em uma alimentação balanceada e oferecer muita água para os bichanos.

Pensando nisso, a Max desenvolveu a Ração Max Cat Castrados, uma nutrição que previne o ganho de peso e fornece mais energia para o pet. Além de ser uma excelente fonte de proteínas, atende até aos paladares mais exigentes e ainda conta dois sabores irresistíveis: Max Cat Professional Line Castrados Frango e Max Cat Professional Line Castrados Salmão & Arroz. 

Por que tem que dar ração para gatos castrados?

A alimentação de gatos castrados deve ser diferente, pois oferece nutrientes de acordo com as necessidades do felino. Os gatos castrados ficam menos ativos e, por isso, suas necessidades energéticas são menores. Oferecer uma ração especial e balanceada é essencial para evitar o ganho de peso e doenças relacionadas à obesidade.

Max Cat Professional Line Castrados é um alimento indicado para gatos acima de 6 meses e previne o ganho de peso após a castração, além disso, é enriquecido com L-Carnitina, que fortalece o sistema imunológico do animal. 

Por que escolher ração sem corante?

A ração sem corante é uma opção saudável e muito indicada por veterinários para gatos que têm tendência a desenvolver alergias alimentares. Mas só a ausência do corante não garante uma boa ração, isso acontece quando há a preocupação em aliá-la com ingredientes selecionados e proteínas de alta qualidade, como é o caso da Max Cat Professional Line

Quais as principais proteínas de ração para gatos?

As principais proteínas da ração para gatos são de origem animal (peixe, frango, carne bovina). Elas atuam diretamente na construção dos músculos, pelos e células de defesa do corpo. O organismo felino consome mais proteínas do que carboidratos, por isso é importante oferecer uma ração de qualidade para suprir essa necessidade. 

Para que serve taurina em gatos?

A taurina é um aminoácido essencial e necessário para a visão e a função reprodutiva, é também um antioxidante que previne o envelhecimento e auxilia diretamente na visão, coração e trato urinário do felino, proporcionando mais qualidade de vida para ele.

L-Carnitina é boa para quê?

A L-Carnitina ajuda o organismo a transformar gordura em combustível para as células, ou seja, libera muita energia metabólica para seu gato e é ideal no combate contra o ganho de peso após a castração

Gatos têm tendência a problemas urinários?

Os gatos têm tendência a problemas urinários sim, isso se deve a uma série de fatores, mas principalmente por não beberem água com frequência. Outras questões que contribuem para o aparecimento desses problemas são: raça, idade, frequência no consumo de água e a castração. Se o felino criar uma rotina de sedentarismo, isso resultará no ganho de peso, influenciando no desenvolvimento de problemas urinários. 

Agora que você já sabe tudo sobre castração de gato, faça a sua parte e ofereça uma ração de qualidade, que proporcione longevidade para seu companheiro de todas as horas. Afinal, ele merece, né? <3

Escreva um Comentário

Avalie o post: *

Artigos Relacionados