Ínicio > Gatos > Comportamento-felino > Gato ciumento: como lidar?

Gato ciumento: como lidar?

Gato ciumento: como lidar?

Seu gatinho arranha muito o sofá? Pula em cima de todos os móveis e escala o notebook e o livro quando você tenta ler e escrever? Senta em cima da televisão quando você está assistindo o final do seu filme preferido e mia sem parar enquanto você está ocupado cozinhando ou até mesmo ao telefone?

Fique tranquilo, ele é absolutamente normal. Porém um pouquinho ciumento. Mas não se preocupe, com as nossas dicas, o seu gato logo vai aprender a controlar o ciúmes e parar de aprontar tanto assim pela casa.

gato ciumento
 

Como adestrar um gato?

Será que é possível adestrar um gato? Sabemos que muitos tutores têm essa dúvida e a resposta é sim, um felino pode ser adestrado, pois são animais observadores e aprendem truques com facilidade. Para que isso aconteça, basta saber motivá-los e utilizar o método do reforço positivo, que costuma funcionar muito bem com eles — ou seja, recompense seu gato cada vez que ele fizer algo que você quer que ele faça.

Para te ajudar com todo esse ciúme, veja como lidar com as artimanhas do seu gatinho:

- Carinho e atenção iguais a todos: o gato é um bichinho muito ciumento. Muito mesmo. Se você tem mais de um gato, ou outro animal, ele sempre vai ficar observando o seu tratamento, e não vai gostar nada de ver que está recebendo menos carinho que o amigo. Ou seja, aprenda a dar amor em doses iguais aos seus pets.

- Impor limites é essencial: um animal ciumento também é exigente e irredutível em suas vontades e quando não recebe o que quer, logo começa a fazer suas artes, arranhando o sofá ou os móveis sem controle. Para que isso não ocorra, a dica é que você comece a limitar os locais onde o gato pode e não pode acessar para que ele passe a entender o significado da obediência. Sempre que ele entrar em um cômodo “proibido”, bata palmas na direção do animal até que ele saia do local. Mas cuidado, não seja violento com ele e jamais bata no animal. Eles foram feitos para ser amados e não judiados.

- O poder do chocalho: produza um chocalho disciplinar. Pegue uma lata de alumínio vazia de achocolatado em pó e coloque dentro algumas pedrinhas. Sempre que o gato demonstrar ciúmes, utilize este chocalho, até que ele mude suas atitudes. O barulho é excelente para repreender e educar animais de estimação, especialmente quando eles não obedecem ordens naturalmente.

- É ciúme ou solidão?: muitas vezes, o ciúme do seu gatinho pode acontecer porque ele está se sentindo sozinho ou abandonado, provavelmente entediado com as poucas opções que possui para se divertir durante o dia. Contra essa situação, providencie brinquedos como bonecos emborrachados e bolinhas de tecido, que vão deixar o animal mais tranquilo e entretido ao longo do dia. Além disso, troque os brinquedos periodicamente, assim ele sempre vai ter uma novidade para se divertir e dificilmente ficará entediado.

Com um pouco de paciência e muito amor, seu gato vai superar essa fase ciumenta e vocês poderão aproveitar momentos dentro de casa sem se preocupar com o que ele aprontou enquanto você estava fora.

Animais têm sentimentos?

Há muitas pesquisas e estudos que afirmam que os animais também têm sentimentos — alegria, tristeza, raiva, amor, entre outros e, quando expostos a estímulos, sejam eles bons ou ruins, podemos observar as mudanças de comportamento dos nossos bichinhos. Podem também desenvolver depressão, assim como ter empatia por outros animais, por exemplo.

Como os gatos se comunicam com as pessoas?

A forma como os gatos se comunicam com as pessoas costuma ser bem curiosa e está nos detalhes, por exemplo:

  • Cabeça: dependendo da posição, o felino pode pedir carinho ou demonstrar falta de interesse. Quando a cabeça do gato está esticada para a frente, significa que ele está pedindo carinho, mas se estiver posicionada para baixo, ele está dizendo que não tem interesse em fazer contato com você.
  • Orelhas: já notou que as orelhas do seu gato se achatam para baixo quando há uma situação de risco? É uma forma dele dizer que está ansioso ou com medo.
  • Olhos: é normal que as pupilas dilatem quando um gato sente medo. Outro fato interessante é que eles não gostam quando olhamos diretamente nos olhos deles, pois se sentem ameaçados — por isso costumam dar atenção para quem parece não notá-los.
  • Bigodes: altamente sensoriais, os bigodes também servem para que um gato se expresse. Quando há algo interessante à vista, os bigodes movem-se para frente.
  • Cauda: a cauda de um gato é seu principal meio de comunicação — quando está para cima, significa que ele está atento e provavelmente quer caçar, mas se estiver abaixada, é sinal de que o animal está calmo e relaxado.

Escreva um Comentário

Avalie o post: *

Comentários - Gato ciumento: como lidar?

Mariana

Foi muito util . Mas acho que meu gatinho tem ciume do filhote . Esta conosco ha 2 meses e de 1 semana pra cá ele tem agido de modo paternal rsrs . Nao deixa o filhote livre e o arrasta para todos os lados pelo pescoço. O Adulto tem 1 ano e o filhote tem 3 meses

Marta Araujo Fialho

Valeu toda a dica tenho uma exatamente assim,desde de bebe

Artigos Relacionados