Ínicio > Gatos > Comportamento-felino > 10 dicas para transportar seu gato ao veterinario

10 dicas para transportar seu gato ao veterinario

10 dicas para transportar seu gato ao veterinario

Seu bichano é daqueles que fica super tenso quando é preciso levá-lo ao Veterinário?

Os gatos são animais metódicos e se sentem mais confortáveis em ambientes que já conhecem. Experiências novas podem acabar deixando o bichano estressado.

Pesquisas apontam que muitos tutores adiam a ida às consultas  Veterinárias por conta desta dificuldade. E isto é muito ruim para a saúde do seu gatinho, porque eles geralmente demoram a demonstrar sintomas de algo que esteja errado com sua saúde.

E para que estas visitas se tornem menos estressantes para o seu gatinho, colocamos aqui 10 dicas simples que ajudarão a tornar as visitas ao Veterinário mais fáceis e agradáveis:

1) Nunca viaje com o seu gato sem colocá-lo na caixa transportadora!

2) Escolha uma caixa transportadora robusta confortável e espaçosa o suficiente para o gato se movimentar. Uma boa ventilação também é muito importante.

A caixa transportadora deverá ser facilmente desmontável e de preferência com a parte superior removível para permitir retirar ou examinar facilmente o animal. Concentre-se nos aspectos práticos e funcionais da transportadora antes da estética.

3) Em casa, nada de deixar a caixa transportadora guardada dentro de um armário. Ela precisa ficar num local ao alcance do gato de forma que se torne familiar e parte da mobília da casa. Deixe sempre um cobertorzinho e algum brinquedo do seu bichano dentro dela também.

4) Torne o transporte o mais familiar possível:Coloque algumas peças de roupa com o seu cheiro ou do bichano. Se fizer uso de feromônios é interessante borrifar a roupa e a caixa cerca de 30 minutos antes da viagem. E sempre que possível evite dar alimentos pelo menos uma hora antes de transportá-lo para evitar mal-estar e vômitos.

Não se esqueça que o seu gato pode estar doente ou nervoso e sujar a caixa transportador e até mesmo sujar as suas roupas. Portanto, uma boa ideia é ter uma peça de roupa extra para a viagem de volta.

5) Se o seu gato não entrar espontaneamente na transportadora, deve colocá-lo calmamente através da abertura superior, lutar com o animal para que ele entre pela pequena abertura frontal da transportadora não é uma boa ideia...

6) Uma vez no carro, coloque a caixa transportadora no banco de trás com o cinto de segurança. Evite música alta e fale calmamente com seu bichano para tranquilizá-lo, alguns gatinhos gostam de ver o percurso mas a maioria prefere ir com a transportadora virada de costas para as janelas ou tapada com uma toalha.

7) Durante o percurso evite bater com as pernas na transportadora ou movimentá-la demais.

8) Na recepção, coloque a transportadora num local adequado com a face frontal virada para você, de forma que o gatinho fique mais tranquilo. Evite colocar a transportadora diretamente no chão e ao lado de animais que poderão estressá-lo. (Cães, gatos nervosos, etc).

9) Cumpra este mesmo protocolo no retorno para a casa!

10) Por último, se tiver vários gatos em casa e principalmente após visitas prolongadas ou internamentos, deixe o seu gato na transportadora durante uns minutos para estudar a reação dos outros animais, caso não estejam tranquilos, poderá ser aconselhável separar o gato transportado numa sala isolada durante umas horas para que volte a ter um cheiro familiar.

Seguindo este passo a passo, seu bichano estará pronto para as consultas e poderá desfrutar de um passeio seguro e tranquilo!

Escreva um Comentário

Avalie o post: *

Artigos Relacionados