Ínicio > Gatos > Alimentacao-felina > Como a alimentação pode ajudar a evitar o tártaro nos gatos?

Como a alimentação pode ajudar a evitar o tártaro nos gatos?

Como a alimentação pode ajudar a evitar o tártaro nos gatos?

Assim como nós, nossos bichanos também podem sofrer com problemas bucais, e o tártaro é o mais comum entre eles. O melhor a fazer nesse caso é evitar que ele apareça, e isso pode ser mais fácil do que você imagina...

Todo mundo já ouviu falar em tártaro, mas muita gente não sabe que, além do mau hálito, ele pode causar infecções, dores e até mesmo doenças mais graves, que comprometem não só os dentes, mas a saúde dos pets como um todo. E com os gatos não é diferente!

Diariamente, restos de alimentos e sais minerais vão se acumulando na boquinha deles, entre a gengiva e os dentes. Ao longo do tempo, todos esses resíduos vão formando uma placa endurecida e amarelada, infestada de bactérias, que se alastram pelos dentes, enfraquecendo-os e podendo, inclusive, ocasionar sua perda. Além disso, essas bactérias ainda podem migrar para os órgãos vitais, causando sérios problemas.

Mas como evitar que isso aconteça? Com prevenção! Além de cuidar da higiene oral do seu peludo, mantendo desde filhote uma rotina de escovação dos dentes com produtos específicos, para que ele se acostume e fique bem mais fácil, investir em uma alimentação de qualidade, balanceada e saudável também ajuda a fortalecer o organismo todo e a combater o tártaro.

Pesquisas revelam que a alimentação correta pode reduzir em até 55% o acúmulo de tártaro nos dentes. Por isso, o melhor a fazer é manter como base uma alimentação seca, adequada às características do seu gatinho.

Invista em alimentos secos Premium Especial, como os da linha Max Cat Professional Line, que contêm ingredientes selecionados e texturas que ajudam a manter os dentes fortes e a limpar sua superfície conforme o bichano mastiga, prevenindo contra o enfraquecimento e a formação de tártaro. Além disso, também existem no mercado petiscos como CatLicious Dental Fresh, que auxiliam no controle do tártaro e proporcionam um hálito mais fresco e agradável. Para saber mais, é só acessar www.catlicious.com.br.

 

Lembre-se: prevenir o tártaro e suas consequências é melhor do que precisar tratá-lo quando seu amigo peludo já estiver com a boca comprometida, mas não dispensa, em hipótese alguma, inspeções frequentes realizadas por um veterinário, que poderá indicar limpezas ou tratamentos específicos.

E aí? Já deu uma olhada na boquinha do seu gato hoje? Faça disso um hábito para garantir o bem-estar do seu companheirinho!  ;)

 

Escreva um Comentário

Avalie o post: *

Artigos Relacionados