Ínicio > Cães > Saude > Doença do carrapato em cães - Como tratar?

Doença do carrapato em cães - Como tratar?

Doença do carrapato em cães - Como tratar?

A doença do carrapato é um problema que merece atenção, pois pode causar muitos prejuízos à saúde do cachorro. Se não tratada logo que forem notados os primeiros sintomas, a doença pode ser fatal. Infelizmente, ainda não existem vacinas que protegem o cão, mas é possível evitar algumas situações que deixam o animal exposto.

Cuidar da saúde do seu cachorro é muito importante e isso deve ser feito todos os dias, oferecendo a ele uma boa ração para cães, passeando todos os dias, dando muita atenção e carinho, e observando qualquer mudança de comportamento que ele possa ter para identificar problemas como a doença do carrapato.

Tipos de doença do carrapato

O carrapato marrom é o responsável pela transmissão do problema. Ele se aloja no corpo do cachorro e se alimenta do seu sangue, causando duas doenças distintas: a erliquiose e a babesiose. As duas são conhecidas como doença do carrapato, mas possuem diferenças.

A erliquiose é uma doença infecciosa causada por uma bactéria que atua na destruição dos glóbulos brancos do animal. A babesiose, ao contrário, ataca os glóbulos vermelhos do cachorro e é causada por um protozoário — Babesia ssp.

Prevenção da doença do carrapato em cães

As duas formas da doença do carrapato ainda não possuem vacina, por isso a melhor maneira de prevenir é mantendo os carrapatos bem longe do seu cachorro. Deve-se desparasitar sempre o ambiente onde ele vive, manter a grama do jardim baixa e desparasitar o cachorro com sprays, banhos e coleiras antiparasitas.

O principal erro dos tutores no momento de fazer a prevenção é fazer a inspeção apenas no cachorro e deixar de fazer uma limpeza geral no ambiente, pois a maior parte dos ovos, larvas e ninfas que dão origem ao carrapato estão espalhados pelo ambiente, principalmente em locais frequentados por muitos animais.

A melhor prevenção é mesmo manter os cães em locais limpos e longe do contato com carrapatos. O uso de carrapaticidas no ambiente em que eles vivem ou mesmo o uso do carrapaticidas do tipo “pour on” — que podem ser aplicados diretamente nos animais — pode ser necessário para manter o seu amigo a salvo.

Evite passeios por locais com grama alta e não deixe de colocar uma coleira antiparasita no seu amigo. Caso você tenha o hábito de deixar seu cão em hotel para cachorro durante viagens, é importante certificar-se de que o local toma todos os cuidados necessários para manter a segurança e saúde do seu animal.

Sintomas da doença do carrapato em cães

Saber identificar os sintomas da doença do carrapato é importante para que você consiga ajudar seu amigo logo no início do problema, buscando a ajuda de um veterinário.

No começo da doença, os sintomas são muito parecidos com os de outros problemas, sendo a presença de carrapato no animal um fator importante para o diagnóstico. Por isso esteja sempre de olho na pelagem do cão e faça escovações frequentes, dessa forma será fácil a interpretação de possíveis sintomas que possam aparecer.

A frequência indicada para fazer a escovação no cachorro depende muito do tipo de pelagem dele, por isso peça orientação do seu veterinário para determinar a rotina de escovação.

Fique atento para notar quando algo estiver fora do normal. Os sintomas das duas doenças são muito parecidos. Veja quais são:

  • febre;
  • apatia;
  • mucosas pálidas ou amareladas;
  • fraqueza muscular;
  • perda de peso;
  • desidratação;
  • falta de apetite;
  • vômitos;
  • dor abdominal;
  • anemia.

Tratamentos da doença do carrapato

Para conseguir a cura completa do animal é essencial fazer o tratamento assim que os sintomas aparecerem, por isso é muito importante levá-lo ao veterinário logo que perceber alguma mudança de comportamento.

A babesiose é tratada com piroplasmicidas, que destroem o parasita. Outras complicações podem surgir a partir da doença, e então cada uma deve ser tratada separadamente.

A erliquiose é tratada com antibióticos e outros medicamentos. Pode ser preciso fazer também o tratamento com soro e transfusão de sangue. Mas é importante ressaltar que apenas o veterinário pode fazer o diagnóstico e orientar os cuidados.

A automedicação pode colocar o animal em risco e causar problemas irreversíveis.

Dicas para acabar com carrapato em cachorro

Para acabar com carrapato em cachorro é fundamental seguir todas as orientações do seu veterinário e dar uma atenção especial à eliminação dos parasitas nos ambientes frequentados pelo cão. O primeiro cuidado que se deve ter é descobrir o foco da infestação.

Não adianta livrar seu cãozinho desses parasitas e não acabar com os que ficam espalhados pela casa. Os ovos, larvas e ninfas ficam no ambiente, por isso invista em uma limpeza cuidadosa e faça dedetização do local para eliminar totalmente o problema.

Caso o animal tenha acesso à parte interna da casa, é importante investir em uma limpeza completa, não apenas no quintal. Não se esqueça do sofá e lençóis, se o seu amigo costuma ter contato.

Cuidados com o cachorro

Para proteger o sistema imunológico do seu cachorro, dê sempre a ele muito amor e carinho, água limpa e fresca à vontade, e uma ração para cachorros feita com ingredientes de primeira qualidade e adequada para a idade e o tamanho dele.

A Max Total Alimentos oferece uma linha completa de rações para cães de todas as idades e tamanhos. Conheça as opções e escolha a ração mais indicada para o seu companheiro.

Escreva um Comentário

Avalie o post: *

Comentários - Doença do carrapato em cães - Como tratar?

Antonio Cardoso

Gostei da matéria, foi muito importante as informações.

Dayane Alcântara

Amei as orientações

Glenda

Amei as dicas

Amauri da silva

Amei.

Rubens Palma

Gostei muito da explicação muito obrigado.

Ivone Rigo

Achei o artigo muito esclarecedor. Tenho 39 cães e já tive cães com as duas doenças, porém nunca tinha procurado saber mais sobre as doenças. Tratava os animais da forma que a veterinária orientava e pronto. Agora sei as principais diferenças.

Maria Da Salete Alencar

Obrigada pela Boa orientação.Boa noite.

Carina

As informações foram positivas!

Cláudia Aparecida Sousa Rufino Silva

Adorei as dicas!

Robson moreira

Exelente materia vai me ajudar bastante pq o meu cachorro foi diagnosticado com a doenca do carrapato e vou aplicar todas essas dicas aqui em casa muito obrigado

Denise lima

Gostei da orientação a partir de amanhã vou começar está batalha tratamento no Betoven Se Deus quiser ele vai ficar bom

Ronan Santos

Excelente matéria.

Régis Marcel Ferreira Lima

Parabéns. Ótima matéria com ótimas dicas.

Fabiani

Top

Maria Zulene

Muito válida a informação.

João Carlos Vilas Boas

obrigado pelas dicas e orientações. abraços

Marisa barleto

Obrigado pela explicação amei

MARIA LÍDIA DA ROSA GOMES

Gostei muito das explicações.

Sandoval03@gmail.com

Ótimo comentário, para quem precisa cuidar com antecedência

Genilda lima

Hoje comecei o tratamento da minha pequena Esme ! ShihTzu! Gosta muito da matéria tenho procurado em outro sites ! Este foi o melhor! Gostaria de obter informações sobre alimentação! Pois estou em dúvidas sobre a alimentação dela ! Obrigada!!

Marlúcia Gonçalves Garcia

Excelente matéria, obrigada pelas informações!

Cassia Simone

Muito bem esclarecida, as informações que eu queria.

Rita Da Aparecida Pessoa Pessoa S Mascarenhas

Muito boa sua orientação. Torou minhas dúvidas. Obrigada.

Jorge augusto

Necessário realmente uma coleira gostei das dicas .obrigado

Ana julia Esperidiao

Muito exelente

Ivete

Muito boa essa informação

Denise Rezende

Gostei muito de saber sobre a doença. Meu cachoro esta com suspeita, fiquei muito triste, mais vai fazer o exame que a veterinaria pediu e vamos a luta a procura da cura.

edson jose

gostei da matéria.

Elival

Obrigado pelas informações

Ademilda Maria da Costa

Excelente e esclarecedora as orientações.

Maria Helena

Excelente matéria, muito esclarecedor. Me ajudou bastante a entender mas sobre o assunto.

Nevinha Espinola

Excelente informaçao e orientação

Valéria César Pereira

Amei..a matéria.. comecei o tratamento do TITE..hj é espero ve-lo logo LIVRE dessa doença ..obrigada !!

natasha

adorei as dicas o artigo foi muito esclarecedor

BÁRBARA SANTOS

Muito bom gostei muito!!

Deijair Lima

Matéria bastante explicativa e de fácil compreensão!

ROSEMEIRE BEZERRA DE ALMEIDA

Gostei da orientação, e já vou providenciar a detetização do ambiente dos meus cãozinhos, e também vou comprar uma coleira anti pulgas e carrapatos, além de experimentar a ração max total.

Sônia Aparecida Gomes Borges

Foi de muita relevância esse informativo.

Artigos Relacionados