Ínicio > Cães > Saude > DICAS DE PRIMEIROS SOCORROS PARA CÃES

DICAS DE PRIMEIROS SOCORROS PARA CÃES

DICAS DE PRIMEIROS SOCORROS PARA CÃES

PRIMEIROS SOCORROS PARA CÃES: O QUE VOCÊ PRECISA SABER?

Acidentes acontecem, e o nosso comportamento diante deles pode fazer toda diferença na vida de um peludo em apuros. Confira as principais dicas de primeiros socorros para cães e esteja preparado para ajudar em casos de emergência.

 

Infelizmente nossos doguinhos não estão livres de passar por situações de emergência, dentro ou fora de casa. Por mais cuidados que tenhamos com eles, sempre existe o risco de um engasgo, uma intoxicação, brigas com outros animais etc. Nesses casos, nada substitui o atendimento rápido e apropriado de um médico veterinário, mas os primeiros socorros podem evitar que algo mais grave aconteça.

O ponto de partida diante de qualquer emergência é manter a calma, pois só assim você poderá tomar as melhores decisões e transmitir segurança e tranquilidade ao seu pet.

Além disso, separamos algumas dicas simples, mas que vão te ajudar a socorrer seu mascote ou qualquer outro cão que esteja precisando de ajuda imediata. Confira:

Identifique o problema: preste atenção à aparência, comportamento e sintomas que o peludo apresenta, assim você poderá reportá-lo com mais detalhes à equipe veterinária.

Contate o veterinário imediatamente: tenha sempre à mão o contato do hospital veterinário 24h mais próximo. Antes de seguir para lá, telefone avisando sobre o ocorrido para que a equipe já possa ir preparando o pronto atendimento.

Cuidado no manejo: dependendo do tipo de acidente, tome muito cuidado ao manipular o pet. Além do risco de levar uma mordida, pois o animal com medo e dor pode ficar agressivo, o manejo errado pode piorar o quadro, especialmente em casos de fraturas. O ideal é pegar o animal com muito cuidado, movimentando-o o mínimo possível, e prepará-lo para o transporte até a clínica veterinária.

Atenção ao sangramento grave: caso animal esteja perdendo muito sangue, tente estancar o local usando uma toalha ou pano limpo até chegar ao veterinário. Não aplique nenhum tipo de produto no local.

E lembre-se: o tempo é precioso e a saúde dos peludos não pode ficar pra depois! Quanto antes você conseguir chegar com seu amigão ao veterinário, mais chances de dar tudo certo!

 

Escreva um Comentário

Avalie o post: *

Artigos Relacionados