Ínicio > Cães > Comportamento > PASSEADOR DE CÃES: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER

PASSEADOR DE CÃES: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER

PASSEADOR DE CÃES: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER

Quem tem um amigo de quatro patas já viveu a experiência de chegar em casa depois de um dia longo de trabalho, abrir a porta e se deparar com o cenário caótico de uma almofada toda rasgada, com pedaços espalhados por toda a casa, tênis roído, papel higiênico por todo canto. Ou seja, você frustrado e o cãozinho tristonho por ver sua reação.

Justamente para tornar episódios assim cada vez mais escassos que vamos falar aqui sobre a importância do trabalho de passeadores de cães, ou dogwalker como são originalmente chamados.

A importância do trabalho dos passeadores de cães

Os cães precisam passear todos os dias, mesmo que ele viva em uma casa grande ou com um quintal para brincar, pois o exercício é fundamental para manter o animal saudável. O passeio é um momento importante para estimular seu cãozinho com cheiros novos, para a socialização e para que ele gaste a energia que sobra, evitando situações como essa que citamos acima, já que muitas vezes os cães fazem esse tipo de arte para aliviarem o stress e a energia acumulada durante o dia.

Mas como conciliar estes passeios com a vida corrida e atribulada?

Para quem não têm tempo para levar o pet à rua, o passeador de cães pode ser uma solução muito prática e interessante.

Não é sem razão que a demanda pelo trabalho dos passeadores de cães cresceu tanto nos últimos anos.

 

Por que contratar passeadores de cães? 

Entender o temperamento do animal e as condutas que serão aplicadas durante o passeio é muito importante antes de começar a levar o cão para as ruas. Os passeadores de cães bem treinados têm mais facilidade para lidar com situações que podem ser estressantes, como uma briga com um animal desconhecido, por exemplo.

 

Como os passeadores de cães podem melhorar o seu passeio com seu pet?

Geralmente os passeios com o dogwlakers acontecem nos dias de semana, deixando os finais de semana livres para que você possa passear com seu cão. Dessa forma, o seu passeador poderá te auxiliar e muito com informações importantes sobre o comportamento do pet no dia a dia.

É muito importante que este passeio ocorra sempre com o cãozinho na guia, poismesmo se você tiver um animal dócil e obediente, é preciso levar em consideração fatores externos que estarão fora do seu controle...

Meu cachorro empaca no passeio, o passeador pode ajudá-lo?

O fato de “empacar” durante a caminhada pode ser um sinal de estresse, pois alguns fatores podem deixá-los assustados. Alguns têm mais dificuldade para socializar com outros animais, também podem se assustar com excesso de barulho ou com algum lugar muito movimentado. Todos esses exemplos podem levar seu animal a empacar (mas ele também pode fazer isso quando percebe que o passeio está acabando).

Neste sentido, o apoio dos passeadores de cães pode ser muito útil para que você entenda melhor os fatores que estão fazendo seu animal a agir assim. Além de serem treinados para lidar com essas situações, no dia a dia eles lidam com diferentes tipos de cachorros e situações inusitadas que fazem com que fiquem muito aptos a auxiliar.

E quanto custa um passeador de cães?

Em São Paulo o passeio simples com um cão pode variar de R$ 20 a R$ 35, em média (entre 30 minutos e uma hora). De um modo geral, os valores desses serviços são muito variáveis porque às vezes os profissionais também oferecem combos.

Viagens e ausências - O passeador pode ser muito útil

O relacionamento diário do passeador com o cão pode fazer com que os laços entre eles e até mesmo com o tutor, se tornem de muita confiança e aproximação. Isso possibilita aumentar os serviços do dogwlaker para uma possível hospedagem do cão em suas casas, em caso de viagem e até mesmo que inclua o serviço de visita ao cão quando você não está em casa.

A personalização desses pacotes é ideal porque assim você contrata os serviços de acordo com a realidade do seu orçamento. Ou seja, tem flexibilidade de aumentar ou diminuir o valor que você gasta mensalmente.

Como contratar um passeador de confiável? 

1. Bater um papo

Marcar uma primeira conversa com o passeador é fundamental para sanar todas as suas dúvidas. É importante entender aa formação do profissional e forma de trabalho, como por exemplo  se ele faz tudo sozinho ou em grupo, quantos cães ele leva por vez e como ele dá os comandos ao animal. 

Veja se há referências com clientes do profissional, vizinhos ou com o próprio médico veterinário. 

2. Qualificações de um bom passeador.

  • Fazer um bom curso de formação de dog walker. Existem cursos que têm até certificação Internacional
  • Bom preparo físico para aguentar longos passeios,
  • Ter consigo um kit de primeiros socorros completo
  • Principalmente, ter um ótimo conhecimento sobre o comportamento animal. 

3. Marque um passeio 

Marcar um passeio para testar e observar a conduta do profissional para com o animal é importante. Preste atenção no comportamento do peludo e se ele fica feliz em ver o passeador. 

Se perceber que seu animal está ficando estressado na presença do dogwalker, melhor suspender o serviço e contratar outro profissional. Insistir em uma relação sem compatibilidade pode ser traumático para o seu cão.

O profissional deve ser, acima de tudo, paciente e atencioso. São características básicas para que ele possa nutrir um bom relacionamento com o seu cachorro.

4. Faça mais um teste

Passado um mês de passeio, é bom reavaliar o comportamento do seu cão, se ele está mais tranquilo e sociável.

Hoje já existem vários sites e aplicativos que podem tornar essa contratação bastante segura e prática.

Gostou das informações? Então, agora é só avaliar se seu cãozinho está precisando de um passeador de cães para ter uma vida mais saudável e feliz.

 

Escreva um Comentário

Avalie o post: *

Artigos Relacionados