Ínicio > Cães > Comportamento > Cachorro tremendo: o que pode ser e como resolver?

Cachorro tremendo: o que pode ser e como resolver?

Cachorro tremendo: o que pode ser e como resolver?

Notar um cachorro tremendo pode significar diversas coisas, desde reações naturais até doenças leves ou graves. É muito importante prestar atenção no comportamento do seu cão. Seja por uma razão física ou psicológica, o tremor deve ser diagnosticado por um profissional. Vamos entender melhor sobre o assunto?

Quando o cachorro está tremendo, o que pode ser?

Como falamos acima, há diversos motivos para que um cachorro apresente um quadro de tremedeira no corpo, outros sintomas precisam existir para que seja possível identificar o que está acontecendo com ele. É preciso perceber o que leva o cachorro a começar a tremedeira — se por razões físicas ou psicológicas. 

Como saber se o cão está com dor?

O tremor no cachorro também pode ser ocasionado por dor aguda. É possível saber quando o animal está nessa condição observando suas reações ou apalpando as regiões que estão tremendo. Vocalização, agitação, falta de apetite e respiração ofegante também são sinais.

Como saber se o cão está com febre?

Para saber se o cão está com febre, o indicado é sempre levá-lo ao veterinário para que ele possa aferir e diagnosticar. Mas alguns sintomas podem denunciar esse quadro, como:

  • Apatia
  • Falta de apetite
  • Sonolência
  • Tremores
  • Vômitos
  • Ingestão excessiva de água
  • Diarreia

Se algum desses sintomas aparecer, leve seu cãozinho ao veterinário o mais rápido puder. Nem sempre é possível identificar a febre pelo focinho seco ou orelhas quentes, como muitos tutores costumam fazer.

Como saber se o cachorro está com frio?

Para identificar se o cachorro está com frio, é necessário observar suas ações. Se ele se isolar em um cantinho da casa e apresentar um quadro de temores, provavelmente está sentindo frio e precisando de um cobertor. Quando eles saem de casa durante o inverno, por exemplo, é certo que voltarão com frio — por isso é indicado passear em horários mais quentes e até colocar roupinhas de frio, se houver necessidade. 

Quais são os primeiros sintomas da cinomose?

Outro fator que também pode causar a tremedeira em cachorro é a cinomose canina, uma doença infectocontagiosa causada por um vírus da família Paramyxovirus, o Morbilivírus. Além de afetar os cães, é altamente contagiosa. Por isso manter as vacinas do cachorro em dia é fundamental, pois o vírus costuma atingir filhotes que não completaram o esquema vacinal ou cães adultos que não estão com as vacinas (V8, V10 ou V11) em dia.

No início da doença, um sintoma muito comum é a diarreia, pois o sistema digestório é o primeiro a ser acometido. Num nível mais avançado, observam-se secreções amareladas na região dos olhos e nariz do cão. Os sintomas da cinomose consistem em:

  • Perda de apetite
  • Diarreia
  • Apatia
  • Vômito
  • Febre
  • Pus
  • Secreções oculares (remela)
  • Convulsões
  • Paralisias
  • Falta de coordenação e, consequentemente, tremores

Cachorro tremendo: causas psicológicas

  • Medo: de barulhos como trovões, música alta, televisão, alarme, fogos de artifício e até de pessoas.
  • Ansiedade: muitos cães sofrem de ansiedade quando se separam do tutor, por exemplo.
  • Estresse: um cão estressado entra em desequilíbrio e isso pode causar tremores. Os motivos vão desde tédio até a presença de novos animais na casa.
  • Agitação excessiva: cachorros mais agitados podem apresentar tremedeira diante de algumas situações que os deixem alegres, como reencontrar o tutor após algumas horas.

Como lidar com cachorro tremendo?

Para se obter um diagnóstico correto, é necessário que seja feito um acompanhamento com o veterinário. Apenas um especialista poderá fazer os exames para identificar a real causa da tremedeira no corpo do animal.

É importante que o tutor informe o histórico do pet para um diagnóstico exato. Após essa identificação, é indicado o tratamento ideal a ser feito e, se for uma condição física, remédios serão prescritos para tratar a doença. Terapias de reabilitação, como fisioterapia, acupuntura e homeopatia, poderão ser indicadas também.

Se for uma condição psicológica, somente remédios não serão suficientes para tratar a tremedeira. Nesse contexto, é essencial treinar o cachorro, mudar hábitos da rotina e proporcionar mais momentos de diversão, como passeios. Se preferir, você pode contar com a ajuda de um adestrador canino.

Além dessas dicas, oferecer a melhor ração para seu pet faz toda diferença na saúde canina, viu? Conte com a Max em todas as fases do seu cão, até mesmo na velhice, com Max Professional Line Mature +7 sabor Frango & Arroz.

Um alimento Premium Especial balanceado e desenvolvido para cães idosos com mais de 7 anos de idade. Contém fibras e proteínas de alta qualidade, e prebióticos para fezes mais firmes. Tudo isso com a qualidade Max e o sabor que faz sucesso no paladar canino. Proporcione mais saúde para quem você ama!

Escreva um Comentário

Avalie o post: *

Artigos Relacionados