Ínicio > Gatos > Lar-doce-lar > 10 provas que você está preparado para adotar um gatinho

10 provas que você está preparado para adotar um gatinho

10 provas que você está preparado para adotar um gatinho

Já pensou na ideia de adotar um peludinho? Existem milhares de gatinhos que estão por aí em busca de um lar para chamar de seu, e por isso, a adoção é um ato de puro amor incondicional. Não existe nada mais delicioso do que um filhinho todo lindinho para estar junto de você em todos os momentos da vida, não é mesmo?

Porém, ao pensar em adoção, a primeira coisa a ser levada em consideração é a resposta dessa pergunta: estou preparado para isso? Existem muitos detalhes que devem ser avaliados antes de levar o lindinho para casa, então, listamos todos eles para dar uma mãozinha amiga e colaborar com esse processo mais do que humanitário.

1 – Todos da família serão receptivos com o peludinho?

Antes de adotar um gatinho, é importante que converse com os familiares da casa para que todos estejam de acordo com a chegada do novo serzinho lindo e peludo. Afinal de contas, seria muito chato para o lindinho passar pela situação de ter que lidar com alguém que não se sinta bem com a sua presença, sendo que sua única intenção é brincar e firmar aquela parceria muito fiel com todos!

2 – Mais de uma década de amor!

O tempo de vida médio de um gatinho domesticado é, em média, 15 anos - número que pode ser muito maior. Adotar um lindinho é saber que estarão juntos por muitos anos de muita felicidade e companheirismo, por isso, é preciso ter a consciência de que essa parceria será duradoura!

3 – Condição financeira é importante? SIM!

É importante ter um planejamento de gastos, como os essenciais, que são para a ração e a areia da caixinha higiênica, como também para as vacinas e vermifugações! Além disso, como pode acontecer com a gente, os peludinhos também estão propensos a ter uma emergência que exija um consumo extra com veterinário e medicamentos!

4 – A casa está segura para recebê-lo?

Gatinhos são seres elevados, adoram subir no mais alto ponto que a gravidade desafiar, e viver grandes aventuras, por isso, tudo precisa ser pensado no máximo da segurança que você pode oferecer a ele. Se você mora em prédio, obrigatoriamente terá que ter telas nas janelas para evitar que ele se arrisque e pule do seu andar. Já para as pessoas que moram em casas, o mais indicado é mantê-lo sempre por perto e evitar que saia para a rua, pois os riscos são grandes quando isso acontece – desde atropelamentos, até envolvimento com brigas e maus-tratos por terceiros!

5 – Castrar é necessário? SIM!

Uma das prioridades que deve ter mente é a castração! Sabia que castrar o seu gatinho, além de prevenir a gravidez indesejada, ainda o protege de doenças que possam vir com o tempo? Outra característica positiva depois da castração é a de que o peludinho fica mais caseiro e dócil, suscetível à rotina da casa, e diminuem as demarcações de território!

6 – E os vermífugos, antipulgas e vacinas? IMPORTANTE!

Todo lindinho deve estar em dia com tais medicações, especialmente quando o gatinho for um filhote, pois nos primeiros meses de vida, é fundamental que o fofinho receba todas as doses exatas dos vermífugos, antipulgas e vacinas! Depois disso, as mamães devem ficar de olho no prazo para as próximas dosagens!

7 – Quero adotar e não sei onde procurar!

Pois bem, futuras mamães! Uma das formas mais indicadas para adotar um gatinho para chamar de seu é procurar em ONGs e protetores independentes, centros de zoonoses e abrigos temporários da sua cidade! Uma ferramenta muito utilizada é o Facebook, onde muitas pessoas têm divulgado os lindinhos para adoção. E não podemos descartar, ainda, aqueles peludinhos que aparecem na porta da nossa casa e nos escolhem para tê-los em nossas vidas. Muito amor, não é mesmo?

8 – Sabe o que fundamental? O amor <3

Adotar um fofinho e integrá-lo em nossa família, cuidar e ter a companhia não é seu único compromisso com o gatinho! O amor deve SEMPRE prevalecer, pois assim, terá o verdadeiro amor incondicional do companheirinho!

9 – A grande dúvida: adulto x filhote!

Um filhotinho requer tempo e paciência, são brincalhões e exigem mais cuidados, mas não tem nada mais delicioso do que ver essa vidinha crescer e se transformar no seu melhor amigo! Agora, gatinhos adultos chegam com uma personalidade já formada, por isso, a adaptação se torna mais fácil e o agradecimento pelo novo lar poderá ser notado pela gratidão e a cumplicidade que terá ao receber um carinho!

10 – Está esperando o quê?

Corra! Existem centenas de lindinhos esperando por um lar confortável, repleto de amor e carinho! Prepare o lar para recebê-lo, tenha brinquedinhos e a ração mais indicada para o porte do novo membro da família! Deixe que conheça o novo espaço e mantenha-o sempre por perto para que não se sinta sozinho, principalmente nos primeiros dias na casa nova! Transborde seu coração de bons sentimentos e vá ser feliz!

Artigos Relacionados