Ínicio > Gatos > Comportamento-felino > Como evitar as bolas de pelo

Como evitar as bolas de pelo

Como evitar as bolas de pelo

As bolas de pelo são muito incômodas para os animais e para os tutores. Mas algumas atitudes podem diminuir a frequência com que seu gatinho enfrenta essa situação, prevenindo ao invés de apenas remediar a situação.


•Diminua a perda:


A limpeza do seu gatinho feita com frequência ajuda a retirar pelos e pele morta. Escove-o com frequência, e tenha cuidado redobrado se ele apresentar alguma alergia ou estiver num período de pico de perda de pelos.


Dê banhos frequentes, ministre medicamentos e alimentos especiais se ele precisar de tratamento e escove regularmente. Mas sempre com recomendação e receituário do veterinário!


•Água:


Os gatos têm um instinto primitivo que faz com que eles não gostem de beber água e comer ao mesmo tempo. Manter o recipiente de água longe da comida faz com que o felino beba mais água, ajudando na limpeza dos pelos ingeridos.


•Alimentos:


A alimentação correta beneficia os pelos, evita a queda, mantem o intestino e o aparelho digestivo funcionando bem.


Isso tudo contribui para menos ingestão de pelos devido a queda e limpeza dos que foram ingeridos com mais facilidade.


Além disso, muitos alimentos têm tecnologias que evitam o acúmulo de pelos no trato digestivo. Uma ótima opção é a linha de nutrição especialmente criada para gatos - a Max Cat da Total Alimentos.


•Exercícios Físicos:


Ser ativo e saudável não só faz bem a circulação, coração, longevidade e evita a obesidade: cuida da pele e pelagem dos gatos. Assim, o animal perde menos pelos, se torna mais ativo, fica com o apetite saudável e tem menos tempo ocioso.


•Consultas ao veterinário:


A frequência das consultas deve ser fixa por diversos motivos, mantendo a saúde do animal sempre em dia. No que diz respeito a bolas de pelo, pode ser muito benéfico pois ajuda a descobrir possíveis alergias, doenças que causam a alopecia, e que devem ser tratadas, tendo como consequência a diminuição do acúmulo de pelos no trato digestivo.


Fora as visitas de rotina, se você perceber quaisquer alterações de queda ou se o gato começar a expelir mais pelos que o normal, procure o veterinário.

Artigos Relacionados