Ínicio > Gatos > Comportamento-felino > 11 maneiras de evitar acidentes domésticos com seu gatinho.

11 maneiras de evitar acidentes domésticos com seu gatinho.

11 maneiras de evitar acidentes domésticos com seu gatinho.

Gatos são curiosos, espertos e vivem nos cantinhos mais remotos da casa, onde, muitas vezes, você nem vê.


Para evitar os acidentes domésticos com seu gatinho, o ideal é prevenir, reforçando o cuidado com itens da casa e com suas próprias atitudes que podem, mesmo sem querer, prejudicá-lo.


Confira as diversas dicas que temos para você proteger quem mais ama:


1: Sem queimaduras.


Não deixe líquidos ou alimentos quentes ao alcance dele. Lugares onde ele possa subir não podem ficar com alimentos expostos. O ideal é guardá-los em local fechado.


Ao cozinhar, não permita que ele circule sem supervisão. Ele pode pular no fogão e se queimar facilmente.


2: Cuidado com sprays.


Os produtos em spray, como perfumes e desodorantes, quando utilizados perto do animal, podem causar alergia respiratória.


O ideal é utilizar longe dele e, se for algum veneno ou inseticida, prefira uma fórmula que não prejudique a saúde do pet. Por precaução, nunca use o spray muito perto de onde ele costuma dormir ou comer.


3: Nada de medicar.


Nunca dê nenhum remédio para ele sem receituário do veterinário, principalmente remédios para pessoas.


Muitos são tóxicos ou até mesmo fatais. E lembre-se, mantenha o local onde guarda medicamentos fechado e fora do alcance dele.


4: Cuidado com a coleira.


Não permita que ele brinque com a coleira ou com a guia. Ele pode se enforcar ou se machucar seriamente. Quando o passeio acabar, remova a coleira para que ele possa brincar sem riscos.


5: Cuidado com as cordas.


Cordas de cortina, fios elétricos ou de telefone, qualquer coisa pendurada pode causar um sério enforcamento. Deixe fora alcance dele cortando todos os excessos.


6: Protetores de tomada.


São ideais para protegê-los de choque já que os gatos são muito curiosos e podem querer explorar cada canto da casa.


7: Sufocamento.


Deixe armários, gavetas, geladeiras, freezer e máquina de lavar tampados. Se ele entrar e ficar preso, pode acabar sufocando-se.


8: Apoiadores.


Os apoiadores de porta podem ser ótimas ideias. Um esbarrão ou vento podem fechar uma porta, o que pode machucar o animal, esmagando uma patinha, a cauda, ou até mesmo uma orelhinha.


9: Nada de pecinhas.


Peças pequenas, sejam de brinquedos, móveis ou qualquer outra coisa, devem ser retirados de casa. Se engolidas, podem ser fatais, causando engasgamento, asfixia ou problemas no estômago.


10: Nada cortante.


Facas, tesouras, agulhas, qualquer coisa que possa cortar o animal deve ficar longe do seu alcance. Tente deixar tudo guardado em lugares fechados e, quando não for possível, use protetores ou deixe as pontas escondidas.


11: Conheça suas plantas.


Antes de plantar qualquer coisa, investigue se é tóxica ou pode fazer mal ao seu gatinho. Qualquer distração e, se ele engolir um pedaço, pode ter sérias consequências. 


Artigos Relacionados