Selecione o idioma:
Você está em: Cães > Saude > Obesidade Canin...

Dicas e cuidados com o seu cão

Obesidade Canina

Obesidade Canina

“Os cachorros também precisam ficar de olho na balança, não por vaidade, mas pela saúde! “


Altinhos, baixinhos, peludinhos, novos ou velhos, todos os cães merecem o nosso amor. Afinal, são essas diferenças que fazem de cada um tão especial.  Pensando assim, ser gordinho não é um defeito, pode ser até considerado um charme, pois como dizem: “Não é gordura, é excesso de gostosura!” Apesar de ser uma brincadeira, essa frase tem um fundo de verdade, porque não podemos confundir um animal que tem o biótipo mais fofinho, com um animal que está acima do peso e assim, pode ter a saúde prejudicada.


Vamos dar três dicas básicas para ajudar você a verificar se seu cachorro não está acima do peso, mas é importante lembrar que a palavra final é do veterinário, então leve seu animal ao médico regularmente.


Sentir as costelas do seu amigo


Segure o seu cão de frente para você e passe as mãos na região onde ficam as costelas. Ao pressionar levemente com os dedos e a palma das mãos, você deve ser capaz de sentir e contar as costelas dele.


Cintura de pilão


Ao olhar seu cão de cima, você deve ser capaz de verificar a famosa “cinturinha de pilão”. Caso seu animal seja muito peludo, você pode tentar sentir a cintura dele com as mãos. A cintura não precisa ser extremamente fina, mas é importante que ele tenha uma leve forma de violão e não de barril.


Barriguinha


Uma barriga proeminente pode ser sinal de obesidade. Ao olhar seu cão de lado procure notar se a linha da barriga é menor do que a do peito. Caso a região do peito se extenda até as patas traseiras, ou aumente na região da barriga, isso pode ser um sinal de obesidade.

Estes são três pontos básicos para verificar se seu animal não está acima do peso, mas este é apenas um exame superficial e depende muito do biótipo do cachorro, por isso é muito importante que em caso de dúvida o animal seja levado a um veterinário, pois a obesidade pode trazer riscos de saúde ao cachorro como problemas respiratórios, menor resistência em casos de cirurgia, diabates e problemas nos joelhos. Sendo assim fique sempre atento a saúde do seu animal e lembre-se que a obesidade não aparece de uma hora para outra e não pode ser tratada com fórmulas milagrosas.


Para evitar que seu amigão fique acima do peso aqui vão algumas dicas:


Pratique exercícios com ele – Caminhadas são ótimas não apenas para a saúde, mas para aumentar ainda mais o laço entre vocês.


Evite comer perto do cão – Todos nós sabemos que não devemos dar comida de gente para os animais, mas às vezes não resistimos a tentação de dar um pedacinho do que estamos comendo ao ver aquela carinha de pidão dele. Por isso é melhor evitar comer na frente do seu cão. Assim nem você nem ele precisarão resistir a tentação nenhuma.


Divida a refeição em porções menores – Dividir as refeições em porções menores, aumentando o número de vezes que você alimenta o seu cachorro pode ser uma boa ideia, porque pode levar o animal a acreditar que está comendo mais do que o normal.


Para completar os cuidados com o seu cão, aqui vão mais duas dicas SUPER ESPECIAIS:


Ração adequada – Alimentação adequada é essencial para uma dieta balanceada. Por isso a Max possui a Max Light, ideal para controlar ou promover a perda de peso do seu cão.


Quantidade adequada – Não se esqueça que além da alimentação ideal é importante também ficar atento a quantidade ideal. Se você ainda não sabe, ou quer ter certeza de quanto o seu animal precisa comer, é só clicar no link: Quantidade diária ideal .


Lembre-se que obesidade não é uma questão de estética, mas de saúde. Por isso fique sempre atento ao seu animal e não se esqueça de levá-lo a um veterinário regularmente. Cuide bem de quem tanto te ama!