Ínicio > Cães > Saude > Hipotireoidismo em cães: sintomas e tratamentos

Hipotireoidismo em cães: sintomas e tratamentos

Hipotireoidismo em cães: sintomas e tratamentos

O hipotireoidismo é um problema de saúde bastante comum para nós, mas sabia que existe hipotireoidismo em cães?  Os fofuxos também podem sofrer com essa doença que é definida como uma disfunção da tireoide. Este desequilíbrio faz com que a glândula não produza a quantidade ideal de hormônios e isso desencadeia uma série de efeitos no organismo.

A tireoide é uma glândula responsável pela produção dos hormônios da tireoide, que são fundamentais para o desenvolvimento saudável do animal. Geralmente, o principal problema do hipotireoidismo em cães é o diagnóstico, pois esses hormônios estão presentes em pequenas quantidades na circulação de alguns cães e, por isso, não são dosados com facilidade no exame de sangue canino.

Pode-se suspeitar de alguma deficiência na produção de hormônios da tireoide quando o cão apresenta os seguintes sintomas: obesidade canina, alopecia canina, pelagem ressecada e problemas de pele. É comum que estes problemas de saúde se manifestem simultaneamente, pois estão ligados às funções dos hormônios da tireoide. A ocorrência desta doença canina é mais frequente em animais de meia idade e em cães de raça pura.

Esta doença canina pode se apresentar de três formas diferentes:

Hipotireoidismo Primário: o hipotireoidismo primário é o mais comum, ocorrendo em cerca de 95% dos casos da doença. Está associado à produção de anticorpos que destrói o tecido glandular e como resultado, os hormônios da tireoide param de ser produzidos. O hipotireoidismo primário pode ser resultado da atrofia folicular idiopática ou tireoidite linfocitária.

Hipotireoidismo secundário: é caracterizado pela deficiência na produção do hormônio TSH, responsável pela síntese dos hormônios da tireoide: T3 e T4. Estes casos são bem raros em cães.

Hipotireoidismo congênito: este tipo de problema é bastante raro e consiste na deficiência da produção de iodo, que dificulta a síntese dos hormônios da tireoide. Dificilmente é diagnosticado, pois os filhotes não resistem.

Tratamento do hipotireoidismo em cães

Apesar de ser uma doença canina que gera uma série de sintomas e efeitos sobre a qualidade de vida do animal, o tratamento para ela é bem tranquilo. Após a confirmação da doença, é feita a reposição hormonal com levotiroxina.

Artigos Relacionados