Ínicio > Cães > Saude > Como cuidar da pneumonia canina

Como cuidar da pneumonia canina

Como cuidar da pneumonia canina

A pneumonia canina é uma doença que deve ser tratada assim que surgir os primeiros sintomas, pois se trata de uma inflamação dos brônquios e pulmões do seu animalzinho de estimação e pode oferecer sérios riscos a sua vida.

A pneumonia em cães costuma aparecer depois de uma doença mais simples, que promove uma queda da imunidade do animal. Muitas vezes, ela é confundida com uma gripe em cachorro, por isso, se torna importante saber identificar os sintomas para procurar ajuda de um médico veterinário.

Além da baixa imunidade, o agravamento de certas doenças também leva à pneumonia canina, como a tosse dos canis (Traqueobronquite Infecciosa Canina) e o vírus da cinomose. Outros fatores, como a contaminação por bactérias, vírus e protozoários, podem ser destacados. É mais comum o aparecimento desta doença em cães idosos, cães de pequeno porte e nas raças Pequinês, Poodle Toy, Yorkshire, Chihuahua e Lulu de Pomerânia.

Sintomas da pneumonia canina

Quanto mais cedo a pneumonia em cães for diagnosticada e o tratamento iniciado, melhor para a recuperação do animal, por isso, preste atenção aos sintomas para conseguir identificar a doença e buscar um tratamento:

•         Dificuldade para respirar;

•         Cachorro tossindo;

•         Corrimento nasal;

•         Cachorro sem apetite;

•         Desidratação;

•         Latidos roucos;

•         Febre canina;

•         Boca e língua com aparência azul;

•         Vômitos e engasgos.

Tratamento para pneumonia canina

É importante destacar que apenas um veterinário pode dar o diagnóstico preciso por meio de exames clínicos e laboratoriais. O tratamento para pneumonia canina depende do agente causador e do estágio da doença. Pode-se receitar anti-inflamatórios, diuréticos, expectorantes, antibióticos, reposição de líquidos e, em alguns casos, pedem até mesmo a internação. 

Artigos Relacionados