Ínicio > Cães > Saude > Castração: Mitos e Verdades

Castração: Mitos e Verdades

Castração: Mitos e Verdades

Castração - Uns são a favor, outros totalmente contra. Mas afinal, quais são as verdades e os mitos sobre a castração que as pessoas tanto comentam?

Uma verdade é absoluta e todo mundo pode ver: é muito comum encontrarmos muitos cães e gatos abandonados pelo mundo e para quem ama os animais, essa é uma realidade que dói muito e que queremos mudar.

A castração é uma forma de aos poucos solucionarmos esse tão grande problema, pois através dela, evitaremos que mais cães nasçam e menos pessoas ruins tenham acesso a eles, maltratando e abandonando-os pelas ruas a própria sorte.

Uma cadela é capaz de criar muitos descendentes ao longo de sua vida, segundo estudos, aos seis anos, se ela tiver criado todos os anos, já teria uma média de 200.000 filhos! É um número grande pra cachorro! E infelizmente não conseguiremos encontrar 200.000 donos responsáveis para adotar esses filhotes.

Mesmo com todos esses motivos, algumas pessoas ainda torcem o nariz ao falar de castração, por isso, a seguir vamos desmentir alguns mitos que inventaram sobre a castração e abrir a mente de quem é contra.

 

Mitos sobre a castração:

O cão sofre por não acasalar?

Após a cirurgia, o cão não estará ciente de nada do que aconteceu. Útero, ovários, tubas uterinas, testículos são extraídos na cirurgia de castração, ou seja, não estarão mais sujeitos a efeitos hormonais e os instintos de procriação não existirão mais, fazendo com que eles vivam com mais tranquilidade.

 

A castração faz o cão engordar?

Devido à castração, os cães deixam de fazer algumas atividades, como ir atrás de parceiros, enfrentar outros cães, marcar os locais com urina, atividades estas que não fazem tanta diferença para cães que ficam em casa o tempo todo. Se o dono do animal proporcionar a ele atividades físicas e uma alimentação saudável para cães, ele não sofrerá de obesidade canina.

 

 

A cadela precisa de ter ao menos uma cria antes de ser castrada?

Não, isso não tem nenhum embasamento, para a cadela isso não fará a menor diferença se ela já tenha filhotes ou não, muito menos afetará sua saúde.

 

O cão precisa cruzar pelo menos uma vez antes de ser castrado?

Outro mito sem embasamento nenhum que cabeças férteis criaram por aí. Na verdade é até melhor que castre o cão ainda filhote, desta forma, não criará o hábito que muitos donos não gostam, como marcar território com urina para todos os cantos da casa. Quando o cão é castrado depois de adulto, dificilmente perderá esse hábito.

 

 

Vantagens da Castração

 

A castração evita fugas!

Principalmente dos machos, que são capazes de sentir o cheiro de uma fêmea no cio há uma distância de até 2 quilômetros.

 

A castração evita câncer de mama e de útero.

Quando feita antes do amadurecimento sexual, a castração é um eficiente método de prevenção desses tipos de câncer nas fêmeas, que geralmente podem desenvolver a doença na velhice.

 

A castração evita gravidez psicológica.

As fêmeas castradas não passarão por esse inconveniente, que as fazem até mesmo produzir leite e apresentar dor nas mamas.

 

Juntos podemos mudar a triste e atual situação de abandono de animais, castrando nossos cães e cuidando muito bem deles. Nunca deixe de leva-lo ao veterinário com frequências, manter suas vacinas em dia, oferecer sempre água limpa e fresca e alimentá-lo com as rações para cães Max da Total Alimentos.

Artigos Relacionados