Ínicio > Cães > Comportamento > Adotar cachorro de rua: quais os cuidados?

Adotar cachorro de rua: quais os cuidados?

Adotar cachorro de rua: quais os cuidados?

Adotar um cachorro de rua é um ato de amor e de muita responsabilidade. O novo membro da família exige alguns cuidados importantes: carinho, atenção, visitas ao veterinário, vacinação, castração e por aí vai. Continue lendo este artigo e entenda melhor quais são os cuidados necessários após adotar um cachorro de rua.

Adoção de cachorro: primeiros cuidados

Acabou de adotar seu novo amigo? Agora é hora de colocar alguns cuidados em prática! A adoção de animais implica em uma série de responsabilidades para o bem-estar e adaptação do animal em seu novo lar.

Cachorros de rua tem uma tendência maior à carência e desconfiança, pois na maioria das vezes, passaram por traumas antes de serem adotados. É muito importante dar atenção, carinho e muito amor para o seu amiguinho desde o primeiro momento. Assim, ele se sentirá acolhido e a adaptação será mais fácil.

A casa precisa estar preparada para a chegada dele. Então faça um cantinho bem aconchegante com mantas e almofadas, prepare os potinhos com água fresca e ração, fazendo com que ele realmente se sinta em casa.

Leve-o ao veterinário

Qualquer tipo de adoção — ONGs, rua, protetores de animais — exige que você leve o animal ao veterinário para uma avaliação Mas quando se trata de um cachorro de rua, a preocupação é ainda maior e essa atitude é indispensável.

Somente um profissional poderá verificar qual é o estado de saúde do seu cão, se há algum machucado ou doença que contraiu enquanto esteve na rua, entre outras questões que influenciam diretamente na qualidade de vida dele. Animais de rua sofrem ou já sofreram maus-tratos, muitas vezes passam fome e acabam apresentando até quadros de desnutrição. Sabemos o quanto isso é triste, mas o diagnóstico correto e um tratamento adequado podem mudar essa realidade e proporcionar longevidade para o seu fofinho.

Outro ponto importante é manter em dia a vacinação e vermifugação dos cães. Ambos são cuidados que devemos ter logo que adotamos um cachorro. A vacinação é a garantia da imunização perante doenças que podem ser fatais para o seu amiguinho, e também contribui para a nossa saúde — doenças como a raiva e leptospirose são contagiosas.

A vermifugação também deve ser levada a sério, vermes e parasitas são erradicados somente através dela. Consulte um veterinário para que ele possa esclarecer mais dúvidas sobre o assunto e informar o calendário de vacinação e vermifugação do seu pet.

Pratique a guarda responsável

Preparar a casa, levar no veterinário e cuidar da saúde do seu pet faz parte da guarda responsável, assim como se preocupar em oferecer uma ração para cachorro que tenha qualidade. A linha Max Total Alimentos possui várias opções de sabores e proteínas em quantidades ajustadas para atender às necessidades de cada fase da vida do seu cachorro.

É impossível falar sobre guarda responsável e não citar a castração do cachorro, principalmente se o animal adotado já for adulto. Não é novidade que o número de animais abandonados tem aumentado com o passar dos anos, muitos tutores não castram seus cachorros e contribuem para o crescimento da população dos animais de rua.

A castração também influencia na qualidade de vida do seu cachorro e evita uma série de complicações futuras. Questões importantes, como abandono ou maus-tratos de animais, são crimes e precisam ser denunciados. Seja um tutor responsável, faça a castração na época correta e ajude o seu pet a viver melhor!

Artigos Relacionados